terça-feira, 25 de setembro de 2012

AINDA SOBRE TOTENS...


E sobre música. Buscando uma imagem especialmente conformada para o verso do Totem anterior, só depois de estabelecido o vínculo temático é que me deixei escapar dos rigores da pauta original, como improvisado jazz, para experimentar novas possibilidades harmônicas para o formato totem. Deu nisso!. O Jazz Trio da composição gráfica: lápis de cor, photoshop e texturas. Incluído na série Estudos Sobre Toscos.

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

UM TOTEM PUXA OUTREM


Um desenho puxa outro! ...(re)pensando no formato totem, involuntariamente me deixei voltar ao assunto músicos. Uma sábia súplica da alma! O ponto de partida sentimental deixou de ser a cizânia. O ponto de partida gráfico deixou de ser o cinza. Apenas outro disparate gráfico de que me valho para estudar os efeitos do Photoshop sobre desenhos à lápis (desta feita, lápis de cor).

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

O CÃO E O TOTEM [an]


Um bloco de notas sem notas. Afinal, de que valem meus protocolos anotados??? Hachurados nervosos de alguém que espera ultrapassar os obstáculos do autoatendimento e conquistar, enfim, o direito a um ouvido humano para suas reclamações protocolares. Apenas um jeito de matar o tédio da luta de Kronos contra um SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) qualquer. O HOMEM-TOTEM, inexoravelmente plantado em sua condição, estratifica o tempo da espera no próprio ato da espera. Todo rabisco impaciente quer subverter essa escravidão e transformar o sentido do tempo. Além de um oculto desejo por um cão que espantasse a cizânia dessas horas. (Estudos do Photoshop sobre desenho à lápis).

sexta-feira, 1 de junho de 2012

SAMBA DO FAROL


Adoro rabiscos feitos quando se fala ao telefone. É como se a mão tivesse vida própria e ao final da conversa, tcharans!, aparece aquele "involuntário desenho". Generosamente salvo da lixeira, o desenho Samba do Farol emprestou suas linhas para um estudo da aplicação e mistura de texturas com filtros do Photoshop. Da série Estudos Sobre Toscos.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

NINA REDIVIVA


Entre outras coisas, esse blog tem por finalidade vasculhar gavetas. Levantar a poeira de memórias gráficas perdidas, esquecidas. Acima, cuidei de reviver uma caricatura de 1999. Nina Simone rediviva: se bem que nunca deixou (deixará) de viver na ponta da agulha que passeia sobre o vinil ou no meu cd player.

segunda-feira, 2 de abril de 2012

OLD MASK EFFECTS


Outra velha máscara... outra velha ilustração feita com hidrocor para um infantil teatro de fantoches-com-palitinho. Uma antiga viagem de pai e filho. Uma viagem revisitada nos estudos do photoshop.

quarta-feira, 21 de março de 2012

O BAIXO TRISTE


A ilustração O Baixo Triste aplicada como papel de parede do meu computador. O desenho vai sempre à tela quando a tristeza bate à porta.

VOLTA E MEIA, OS MÚSICOS





Os músicos, sempre retornando à ponta do meu grafite. Aqui a ilustra d'O Baixo Triste numa versão "quase unplugged".

ANIMÁQUINA: TRANSFORMER DRAW


Uma velha brincadeira. Um pequeno despropósito imagético: uma caçada seduzida pela dubiedade transbordantemente presente na "animáquina". Desvendar as feras metálicas, modernas devoradoras de cotidianos (e vidas).

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Ferretti sobre velha Máscara-Granu


Interferência sobre velha ilustração digital. Experimentalismo utilizando multiprogramas de ilustrar.

sábado, 16 de outubro de 2010

Velho Freud


O momento me jogou prá remexer o velho baú. Em remota memória gráfica, uma antiga caricatura que fiz de Freud.

sexta-feira, 27 de março de 2009

Outros pássaros. Outros tempos.


Outra ilustração saída do Baú de Memórias.... retirada da parte um pouco mais alta da pilha, é bem verdade. Uma pequena distração onírico-infantil, eu diria.

segunda-feira, 9 de março de 2009

Retrato InomiNATO.


Apenas estudando sobre um desenho velho. De novo, somente o despropósito como impulso.

Retrato a quatro.


Um retrato em quatro tempos...

segunda-feira, 2 de março de 2009

Jazz Trio


Photoshop sobre pequena ilustração à lápis.

Jazz Trio: cru





O original, inteiramente cru.

Roots Guitar


Mais uma ilustra "malacabada": à procura de novas texturas.

Cool





Desenhar sem compromisso é como tocar jazz numa jam session.

Experimentando texturas


Experimentando novas texturas sobre velhos desenhos.

Sax com chiados do vinil


Deixar o desenho com "sujeiras" é como ouvir música num velho "bolachão".

Experimentando plataformas


O desenho Viajando de Navio é uma viagem particular sobre a aplicação de ilustrações em plataformas inusitadas.

Afrofunk




Desenhar músicos faz parte de uma confessável inveja que tenho daqueles que tocam um instrumento.

Zipperinno


Fantoche digital.... Webclips, Bomomo e Photoshop.

Papel de parede


Personalizando a área de trabalho.

Homem dançando...


Homem dançando à moda Millôr nasceu de uma caricatura-garatuja: pequenina ilustração feita com canetinha hidrocor durante um blá-blá-blá telefônico.

Pássaro-Espelho


Outra ilustração antiga: 2000. Explorando os recursos do software, a estamparia de uma toalha acabou se transformando em ornamento aviário.

domingo, 1 de março de 2009

Brincando com o Gabarito


Brincando com o Gabarito é uma ilustração-semente.

Campus Solaris


Campus Solaris é uma experiência por novos "sabores"... é uma ilutração-flor-quase-fruto vinda de uma outra, ilustração-semente, plantada no papel de forma inconsequente.

Cabeleira 70


Adoro cabeleiras dos anos 70 e a firmeza elegante de Panteras Negras.

Pajarito


Papel, Tesoura e Photoshop.

Alberta Hunter


Desenho de 1998. Simplicidade "roots" e uma tristeza "blues"...